Jaru190

JARU – Justiça condena acusados de matar empresário em Tarilândia a penas que somadas dão mais de 70 anos

José Bento da Silva, empresário assassinado no dia 26 de abril de 2019

 

O Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJ/RO) condenou os réus acusados de terem envolvimento na morte de José Bento da Silva, empresário assassinado no dia 26 de abril de 2019 e que por muitos anos atuou no ramo agropecuário no distrito de Tarilândia. De acordo com o que foi apurado pelo PortalP1, José Bento, o popular Periquito da Sertaneja, como a vítima era conhecida, foi alvejado com seis disparos de arma de fogo efetuados por dois elementos que estavam em uma motocicleta Tornado Vermelha que se evadiram após cometerem o crime. O julgamento dos acusados aconteceu na última quinta-feira (30) na 1ª Vara Criminal do Fórum Ministro Victor Nunes Leal, em Jaru.

 

De acordo com a sentença anunciada pelo Poder Judiciário, os quatro réus foram condenados a penas, que somadas chegam a 72 anos. O réu Amarildo Rodrigues dos Reis Júnior foi condenado a uma pena definitiva de 19 (dezenove) anos de reclusão e ao pagamento de 10 (dez) dias-multa nos termos do art. 121, §2°, I, II e IV, do Código Penal, com as implicações da Lei 8.072/90 e art. 311, caput, do Código Penal, na forma do art. 69 do Código Penal.

 

CLIQUE AQUI E SIGA O JARU190 NO INSTAGRAM

 

O réu Walisson Gomes Ribeiro recebeu uma condenação de 13 (treze) anos e quatro meses de reclusão, mas acabou sendo absolvido da imputação do crime citado no Artigo 311 do Código Penal que trata sobre o delito de adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento.

 

Os outros dois réus acusados de terem participação no crime foram Lucas Romélia Catarino Santos e Wanderley José de Souza. Lucas Romélia foi condenado a 16 (dezesseis) anos de reclusão e Wanderley de Souza, por ser o acusado de ter encomendado a morte do empresário José Bento da Silva, recebeu a maior condenação dos quatro acusados, pegando um total de 24 (vinte e quatro) anos de reclusão. Todos os réus se encontram presos e, conforme decisão judicial, devem aguardar o prazo de possíveis recursos na prisão.

 

No momento em que foi assassinado, José Bento estava sentado com a esposa e amigos em uma lanchonete quando foi surpreendido pelo criminoso que desceu da garupa da motocicleta e se aproximou disparou diversas vezes contra ele, sem nenhuma chance de defesa.

 

Segundo o que apurado, a motivação do crime seria pelo fato de Wanderley José de Souza ter uma dívida de aproximadamente R$ 50.000,00 (50 Mil Reais) com José Bento e, por esta razão, teria optado por tirar a vida do empresário a ter que quitar o montante. Para isso o causado teria contratado os serviços do agenciador, Lucas Romélia Catarino Santos por R$ 10 mil que, diante disso, teria providenciado os pistoleiros, a arma, e a motocicleta empregada no crime.

 

CLIQUE AQUI E SIGA O JARU190 NO INSTAGRAM

HOMENAGEM

Ao lado esquerdo José Bento da Silva, empresário assassinado no dia 26 de abril de 2019, do lado direito o vereador Marcos Miranda, conhecido como Marcão e o único representante de Tarilândia na atual legislatura municipal.

 

O vereador Marcos Miranda, conhecido como Marcão e o único representante de Tarilândia na atual legislatura municipal elaborou um projeto com intuito de homenagear José Bento com a denominação da praça do distrito que será inaugurada em breve. A obra, realizada pela Prefeitura de Jaru, será muito importante para a população local e deverá ser inaugurada ainda neste ano.

 

Fotos da Praça

Praça de Tarilândia

 

Por: Portal P1


COMPARTILHAR