Jaru190

Mulher é presa após drogas e adolescentes serem encontradas em casa de prostituição em Ariquemes, RO.

Menina de 16 anos que veio do Acre cobrava R$ 150 por programa. Adolescente de 14 anos, moradora de Ji-Paraná (RO) disse que não fazia programas, mas não queria voltar pra casa.

O bar com suspeita de favorecimento à prostituição funciona na Rua Uirapuru no Setor 2 em Ariquemes (RO), no local durante a madrugada de sexta-feira (28) os policiais identificaram uma mulher de 28 anos, que se apresentou como responsável foi presa após os policiais encontrarem porções de drogas e duas adolescentes, uma de 16 anos, que realizava programa sexuais pelo valor de R$ 150 e outra de 14 anos que informou aos policiais que não fazia programas. Mulher de 28 anos e as adolescentes foram levadas até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) onde foi registrada a ocorrência.

Conforme ocorrência registrada pela Polícia Militar (PM) a ação policial aconteceu durante a realização da Operação Parador. No bar, com suspeita de favorecimento à prostituição, foram abordados frequentadores e funcionários do comercio que estava em atividade durante a madruga, sendo identificada duas meninas, uma de 16 anos, que informou ser do Acre e realizava programas sexuais pelo valor de R$ 150, uma outra de 14 anos, disse que era moradora de Ji-Paraná (RO), apesar dos indícios que ela também fazia programas sexuais, informou que não realizava este tipo de atividade, mas que estava no ambiente pois não queria retornar para a casa dos pais.

Com utilização de cães farejadores do Canil do 7º BPM, foram encontrados porções de substância aparentando ser maconha no comercio, uma mulher de 28 anos que se identificou como responsável pelo estabelecimento, chamada pelos funcionários de gerente, foi presa e levada até a Unisp. As duas adolescentes foram encaminhadas à unidade na companhia do Conselho Tutelar e ficaram sob tutela de uma conselheira. Ocorrência foi registrada e apresentada ao delegado para as medidas cabíveis.


COMPARTILHAR