Jaru190

Voyage e camioneta se envolvem em acidente na linha 630 em Jaru, RO

 

Uma camioneta modelo Toyota Hilux SW4 e um veículo Voyage que seria um táxi se envolveram em um grave acidente na manhã do último sábado (05. fev. 2022) na altura do km 23 da Linha 630 (RO-464), rodovia estadual que dá acesso aos distritos de Santa Cruz da Serra e Tarilândia.

Segundo o que apurou o Portal P1, uma guarnição foi acionada pela Central de Polícia para averiguar um possível acidente no local informado e, rapidamente, a PM se descolou até o endereço, onde verificou-se que a informação realmente era verdadeira. Ao chegar na altura do km 23 da via, foi possível constatar que os dois veículos estavam bem avariados e impossibilitados de serem removidos por meios próprios.

Diante das circunstâncias, a perícia da Polícia Civil compareceu ao local para realizar os procedimentos de praxe. Assim que foram indagados sobre como foi o ocorrido, os ocupantes da SW4 relataram que estavam se deslocando rumo ao município de Jaru e que o Voyage que seria um táxi teria invadido a contramão e se chocado com o veículo deles. Devido ao forte impacto, a camioneta acabou capotando.

A reportagem apurou que três dos cinco ocupantes da camioneta precisaram ser hospitalizados, sendo que o condutor, devido a lesões graves na cabeça e na coluna, foi transferido para o Hospital João Paulo II em Porto Velho. Na SW4 havia um casal, uma senhora e mais dois homens. As duas vítimas que prestaram depoimento à polícia no local do acidente afirmaram que o condutor do veículo Voyage, que fugiu do local do acidente, não teria sofrido nenhuma lesão e que estaria com odor de bebida alcoólica. Não há informações sobre a quantidade de pessoas que haviam no veículo Voyage.

A polícia tentou – em vão – procurar o condutor do outro veículo envolvido no acidente (no caso, o Voyage) para ouvir a versão dele a respeito dos fatos, mas foi informada que ele teria se evadido do local e, mesmo com algumas diligências feitas na localidade, não foi possível encontrá-lo.

Diante dos fatos, a guarnição prestou o apoio tanto as vítimas quanto ao perito que compareceu ao local fazendo assim a liberação da área. Logo em seguida, o veículo SW4 foi removido da pista pelo irmão do proprietário e o dono de uma empresa de guincho.
A PM fez contato com a central para remover o veículo táxi para o pátio da delegacia, mas não havia meio para tal. Como o proprietário tomou rumo ignorado e o veículo dele não impedia a livre transação da estrada, o mesmo permaneceu no local.


COMPARTILHAR